PENSAR COMO UM PRO: MOVIMENTOS INTELIGENTES NO GINÁSIO, PARTE 1

Por que é que existem tantas pessoas atraídas pela musculação?

Desde que Arnold Schwarzenegger e inúmeros outros como o Sr Olympias nos Estados Unidos, começaram a dominar a cena de musculação moderna, não é surpreendente que enumeros fisioculturistas estejam a migrar para os ginásios em busca da “medalha de ouro em musculação”.

Os pesos-pesados desta geração como Ronnie Coleman e Jay Cutler,  provaram ao mundo estarem verdadeiramente apaixonados pela musculação, transformando-a num trabalho a tempo inteiro e numa carreira muito lucrativa. Estamos a falar de competições com um volume considerável de prémios em dinheiro, patrocínios de produtos, convites para convenções e muito mais.

No entanto, se deseja ser como Jay Cutler e o “resto da malta”, terá de começar a pensar como eles.

Como pode “pensar como um pró” enquanto continua a  treinar no ginásio?

Pode até ter acesso aos melhores ginásios do país e aos melhores equipamentos de treino do Mundo, e ainda assim falhar nas suas ambições de ser um Bodybuilder.

Você não precisa das sapatilhas de corrida da última geração ou da melhor marca, ou da proteína da moda, para alcançar os seus objetivos de musculação. O que realmente precisa no início é de conhecimento sobre asmelhores práticas de musculação. Este é o verdadeiro foco!

  • Movimento Pro # 1: Aquecer bem antes de começar o treino pesado

“O não aquecimento” é um dos “pecados” mais difundidos da musculação. Mesmo os fisioculturistas profissionais são culpados de saltar o aquecimento, às vezes! No entanto, recomendamos que faça sempre o aquecimento antes de levantar pesos de moderados a pesados. Os nossos músculos podem aguentar uma grande quantidade de força e tortura, mas não vão aguentar muito se não tratar deles. É importante que comece agora a cuidar deles mesmo que os seus músculos ainda estejam longe do auge.

Eu recomendo os seguintes exercícios de aquecimento:

  1. Dez minutos de alongamento estático
  2. Pelo menos quinze minutos de cardio vigorosos na passadeira ergométrica, bicicleta, de escada Master, máquina de remo, etc.
  3. Três a cinco conjuntos que envolvam um grupo muscular por dia (por exemplo bíceps tríceps, etc)

Fisioculturistas profissionais também alertam contra a tendência “machista” de elevação de pesos mais pesados, que pode encontrar no início do seu treino. Essa prática não irá melhorar o seu desempenho e irá aumentar efetivamente o risco de desenvolver graves lesões musculares.

  • Movimento # 2: Exercício com supervisão

Se planeia executar agachamento com barra ou supino, por exemplo, e está a evoluir na escala em termos de pesos/resistência, definitivamente vai ter necessidade de começar a trabalhar com supervisão.

Um treinador é alguém que o corrige e guia enquanto estiver a executar movimentos que poderiam leva-lo a acidentes graves.

Por exemplo, se está a planear fazer 90 Kg de supino pela primeira vez e acha que só pode fazer uma repetição, é possível que a sua força possa falhar a meio do movimento.

Quando isso acontece, a sua barra vai cair sobre o seu peito ou pior, no seu rosto. Pessoas já morreram porque treinaram com pesos pesados sem ninguem para os ajudar.

Quem o pode ajudar?

O ideal é que essa pessoa seja alguém que possa efetivamente parar um haltere evitando que lhe esmague o rosto ou externo. Se um outro fisioculturista não estiver disponível pergunte a um amigo ou familiar, ou algum “estranho curioso” no ginásio se está disposto a ajudá-lo.

Mesmo que essa pessoa não possa evitar que o acidente ocorra, vai ter alguém a ver o seu movimento e em último caso, pode chamar alguém se for necessário.

  • Movimento Pro # 3: Use um cinto de suporte para apoiar a sua parte lombar

Um cinto de suporte de segurança ou cinto de halterofilia é usado à volta da cintura não para apoiar a musculatura abdominal, mas a parte inferior das costas. Pode efectivamente fornecer algum suporte mas a sua principal função é ajudar a manter apertada a parte inferior dos músculos das costas e dos músculos da sua coluna vertebral enquanto estiver a realizar exercícios de alto risco.

Alguns médicos poderão pôr em causa a utilização de uma correia de suporte simplesmente porque podem não ter experiência no acompanhamento de fisioculturistas e atletas. É importante encontrar um médico que tenha experiência com lesões desportivas de modo a que possa fazer-lhe perguntas sobre a formação adequada e a prevenção de lesões.

Se estiver a planear executar um exercício de bancada ou “deadlift” que envolva pesos muito pesados, deve definitivamente considerar o uso de um. Não importa se estiver a levantar na sua garagem ou num ginásio bem iluminado.

Um cinto de peso é necessário quando estiver a realizar exercícios que potencialmente possam prejudicar a parte inferior das costas. No entanto, a sua utilização não deve ser utilizada de forma abusiva.

Se usar um cinto de pesos para levantar pesos leves ou moderados, os seus músculos das costas tornar-se-ão regiões subdesenvolvidas e não será capaz de desenvolver a parte de trás com a força necessária para o progresso.

Comentários

© 2016 Nuno Carvalho Fitness | Afiliados | Privacidade

Pin It on Pinterest

Share This

Descubra o caminho
para uma vida saudável

Insira o seu email abaixo e comece hoje mesmo a mudar a sua vida!

Receba Estes 4 eBooks Grátis no seu email!

Subscreva a newsletter e receba de forma completamente gratuita:

=> Suplementação Simplificada

=> Os principais erros da Musculação e Fitness

=> Como definir abdominais rapidamente

=> 15 Receitas para Transformar o seu Corpo

redirect=/agradecimento