ACABAR COM OS MITOS SOBRE CONSTRUÇÃO MUSCULAR, PARTE 1

Quais são os mitos mais difundidos, da construção musculação moderna?

O Moderno Bodybuilding, tal como qualquer outro desporto, está preso à desinformação generalizada ou a “mitos” que podem levar ao desencorajamento de atingir os músculos dos seus sonhos.

Se é um principiante ou se está a pensar em juntar-se aos rankings amadores ou profissionais de fisioculturistas, é importante que se previna contra estes mitos para que possa concentrar-se no que realmente importa – desenvolver o seu físico, construindo forças e melhorando o seu desempenho global.

O primeiro conjunto de mitos:

  1. “Se parar de treinar, os seus músculos irão enfraquecer, ficando mais flácidos” – Primeiro de tudo, o tecido muscular e tecido adiposo são duas coisas completamente diferentes. A Gordura e o músculo têm uma relação especial, pois a gordura pode fornecer ao corpo a energia para construir o músculo. No entanto, dizer que a musculatura pode eventualmente “voltar a transforma-se” em gordura é simplesmente errado.

Este mito foi provavelmente criado por opositores do mantra da musculação “transforme gordura em músculo duro”. Evidentemente, todos nós sabemos que isto é apenas e só, pura linguagem de marketing. As pessoas que escrevem tais palavras em revistas e sites, apenas pretendem encorajar as pessoas a comprarem suplementos alimentares ou a inscreverem-se num novo sistema de perda de peso. Não deve ser levado literalmente à letra!

Se levar este mantra a sério, a inversão da lógica seria “transforme esse músculo em gordura!” ou algo semelhante!

Quase que posso ouvir alguns de vocês a dizer ” Eu conheci alguém que foi para o ginásio durante algum tempo e depois parou. E Ele/ela agora está gordo (a)!”. Bem, sim isto pode acontecer mas não porque o músculo se transformou em gordura mas porque as pessoas queimam menos calorias do que as que consomem numa base diária. A ciência básica por trás das calorias é simples: se comer 5 mil calorias por dia e só queimar 1.500 calorias, terá um excesso de 3.500 calorias.

Se não queimar as calorias extras, o organismo armazena a energia em excesso em gordura. O organismo tenta distribuir uniformemente a gordura mas na grande maioria das vezes, uma grande percentagem de gordura vai acabar na zona abdominal.

  1. “Vai ficar cheio de músculos depois de levantar pesos” – Construir massa muscular como profissional de fisioculturismo exige um esforço tremendo. Algumas pessoas são naturalmente grandes o que é uma vantagem se estiver a seguir “todo” o percurso natural. Mas para 99,99% da população da musculação competitiva, isto simplesmente não é o caso!

Se quiser experimentar musculação porque quer tornar-se mais forte e definido, então faça-o. Se a sua dieta é sensata e se tiver um personal trainer a apoia-lo, é muito provável que acabe definido e forte, tal como desejou.

Outro mito “muscular” é, depois de ganhar tanta massa muscular magra, nem vai ser capaz de se dobrar corretamente para executar as tarefas comuns. Algumas pessoas fazem até piadas de que um fisioculturista consegue levantar 140 Kg mas não consegue coçar as suas próprias costas.

Novamente, não existe nenhuma verdade em todos estes mitos. Um dos pontos mais fortes da musculação, é o desenvolvimento de uma enorme flexibilidade. Se vir um fisioculturista profissional a fazer o aquecimento irá ficar espantado com a facilidade com que um gigantesco fisioculturista se consegue dobrar-se e esticar-se como um instrutor profissional de ioga.

No entanto, não posso deixar de o alertar sobre a má qualidade de exercícios. Se não executar movimentos repetitivos adequadamente, pode danificar os seus músculos ou comprometer seriamente a sua flexibilidade. Se acabar por comprometer a sua flexibilidade por falta de instruções adequadas ou porque estava preocupado demais, a fazer as coisas “à sua maneira”, então a falha reside inteiramente na forma como executou os exercícios. Nós não podemos possivelmente culpar a atividade de levantamento de peso e o desporto de musculação pelas avarias poucos evitáveis dos praticantes.

  1. ” Vai ficar realmente grande, mas ficará mais fraco durante o processo” – Há um mito muito nocivo que se ouve por aí, já por muitos anos sobre ” a fraqueza pela qual os fisioculturistas que vão competir, passam, semanas antes de uma grande competição”.

Isso pode ser devido ao fato de eles, os fisioculturistas profissionais, executarem rotinas para “cortar as gorduras” e garantirem a forma ideal e isso pode realmente esgotar uma pessoa fisicamente.

No entanto, se analisarmos a situação em concreto, a fadiga é o resultado de muito esforço físico e não porque estas pessoas são fisioculturistas. Alguns tornaram-se um pouco fracos porque treinaram muito – o que não é algo que deva ser criticado.

 

 

Comentários

© 2016 Nuno Carvalho Fitness | Afiliados | Privacidade

Pin It on Pinterest

Share This

Descubra o caminho
para uma vida saudável

Insira o seu email abaixo e comece hoje mesmo a mudar a sua vida!

Receba Estes 4 eBooks Grátis no seu email!

Subscreva a newsletter e receba de forma completamente gratuita:

=> Suplementação Simplificada

=> Os principais erros da Musculação e Fitness

=> Como definir abdominais rapidamente

=> 15 Receitas para Transformar o seu Corpo

redirect=/agradecimento