Como Desenvolver Músculos E Perder Gordura…Ao Mesmo Tempo!

 

shutterstock_113782399

Se quiser saber o que é realmente necessário para desenvolver músculos e perder gordura ao mesmo tempo, então leia este artigo.

Desenvolver músculos e perder gordura ao mesmo tempo. Parece simples, certo? Então porque é que é tão difícil fazê-lo?

Bem, algumas pessoas dizem que é uma tarefa para tolos. Outras dizem que é preciso seguir fórmulas “especiais” de dieta e treino. Outras ainda dizem que é preciso esteróides.

Estão todas erradas.

Desenvolver músculos e perder gordura simultaneamente (ou “recomposição corporal”, como é geralmente chamado), é perfeitamente alcançável, e de forma natural.

É realizável e não requer conhecimento esotérico, metodologias extravagantes ou modernas e drogas.

No entanto, existe um truque.

Poderá ou não poderá ser capaz de o fazer, dependendo da sua composição corporal, treino, experiência…

Então, neste artigo, eu irei ajudá-lo a entender como a recomposição corporal funciona e o que fazer exatamente para desenvolver músculos e perder gordura ao mesmo tempo.

Porque é que Perder Gordura e Ganhar Músculos é Complicado?

six-pack-abs-wallpaper

A razão pela qual muitas pessoas acham que desenvolver músculos e perder gordura ao mesmo tempo é um sonho impossível, tem a ver com algo chamado “biossíntese proteica” ou “síntese proteica”.

Todos os dias, as células passam por um “trabalho de manutenção”, segundo o qual as células danificadas, defeituosas e degradadas são eliminadas e as novas células são criadas para tomar o seu lugar.

A síntese proteica refere-se à criação de novas células e a degradação proteica refere-se à eliminação das indesejadas.

Sob circunstâncias normais de saúde e de alimentação, o tecido muscular é razoavelmente estável e o ciclo de regeneração celular permanece equilibrado.

Isto é, uma pessoa de estatura média não perde ou ganha músculos numa taxa acelerada – a sua massa magra permanece mais ou menos em igual. (de fato, poderemos perder lentamente massa magra conforme envelhecemos, se não fizermos algo para a parar, mas acho que entendeu a ideia).

Agora, quando treinamos os músculos, danificamos as células nas fibras musculares, e isso dá sinal ao corpo para aumentar as taxas de síntese proteica para reparar o dano.

Os corpos são inteligentes, e adaptam-se para lidar melhor com a atividade que causou o dano muscular. Para fazê-lo, eles adicionam células às fibras musculares, e é assim que os nossos músculos ficam maiores e mais fortes (e porque a carga progressiva é tão importante para desenvolver músculos e força).

Portanto, o que concebemos como “crescimento muscular” é na verdade o resultado das taxas de síntese proteica que excedem as taxas de quebra proteica com o tempo.

Noutras palavras, quando o seu corpo sintetiza (cria) mais proteínas musculares do que perde, terá ganho muscular. Se ele criar menos do que perde, terá perdido músculo. Se ele criar mais ou mesmo a mesma quantidade que perde, não terá nem ganhado nem perdido massa muscular.

É por isso que fisiculturistas fazem tudo o que podem para elevar as taxas de síntese proteica e suprimir as taxas de degradação proteica, incluindo…

  • Dietas altamente proteicas e com muitos Hidratos de Carbono
  • Levantamento de pesos pesados
  • Nutrição pré e pós-treino
  • Comer proteína antes de dormir
  • Limitar os exercícios cardiovasculares
  • Suplementação
  • (E, em muitos casos) esteroides e outras drogas

Resumindo, eles estão a fazer tudo o que podem para reforçar a síntese proteica e suprimir as taxas de degradação proteica com o objetivo de ganhar o máximo de músculos possível.

Agora que entendemos a fisiologia básica do crescimento muscular, vamos dar uma vista de olhos, em como ela é afetada pela perda de gordura.

Para perder gordura, é preciso fornecer menos energia (comida) ao seu corpo do que ele “queima” com o tempo.

Isso é conhecido como criar um déficit calórico ou enérgico, e é o fator mais importante na perda de peso. Independentemente do que coma, se estiver  a comer mais energia do que está a gastar, não emagrecerá. Ponto final.

Embora seja necessário para perder gordura, um déficit calórico leva o corpo a adaptar-se de várias maneiras. Duas adaptações são particularmente relevantes para o tema em questão: uma redução tanto nos níveis de hormonas anabólicas, como nas taxas de síntese proteica.

Como deve de imaginar, essas mudanças interferem directamente com a habilidade do seu corpo de criar novas proteínas musculares.

E, para piorar a situação, muitas pessoas que tentam  a perder peso também cometem erros de dieta e de treino que prejudicam ainda mais o desenvolvimento dos músculos e aceleram a perda muscular.

É por isso que geralmente pensa-se que não é possível desenvolver músculos enquanto estiver em déficit calórico para perder gordura. Quando se está em déficit calórico, as taxas de síntese proteica podem não ser capazes de ultrapassar as taxas de degradação proteica e, consequentemente, não há crescimento muscular.

Bem, isso é verdade para algumas pessoas, mas não para todas…

Quem pode queimar gordura e desenvolver músculos e quem não pode?

abdominais

Já sabe o que os seus músculos enfrentam quando está em déficit calórico e porque é que desenvolver músculos enquanto perde gordura é uma batalha penosa – e, às vezes, invencível.

A boa notícia, no entanto, é que se estiver a ler este artigo, provavelmente poderá desenvolver músculos e perder gordura ao mesmo tempo.

Eu digo isso porque, provavelmente é novo no halterofilismo – treino com cargas e com o objetivo primário de ficar mais forte com o tempo (sobrecarga progressiva).

E se for esse o caso, eu posso garantir-lhe que conseguirá aumentar os músculos e perder gordura ao mesmo tempo.

As pessoas que não podem, ou que podem apenas ganhar uma pequena quantidade de músculos, são halterofilistas experientes que já têm vários anos de treino no seu currículo.

Infelizmente, se já tiver atingido uma grande porção do seu potencial genético em termos de crescimento muscular, não será capaz de se “recompor” de maneira eficiente.

[Leia: Quanto Músculo É Possível Desenvolver Naturalmente?]

Ao invés disso, é preferível alternar entre períodos de “crescimento” e “perda” para aumentar músculos e gordura e perder músculos e gordura, respectivamente.

A razão para essa diferença dramática entre “novatos” e “veteranos” é que as pessoas novas no halterofilismo podem beneficiar de “ganhos iniciais”.

Para resumir a história, quando começar a levantar pesos, ou começar a sobrecarregar os seus músculos correctamente, o seu corpo como é “hipersensível” poderá ganhar músculos com uma taxa elevada.

“Ganhos iniciais” são reais e eles podem ajudá-lo a desenvolver músculos e perder gordura ao mesmo tempo.

A maioria dos homens pode ganhar até 12kg de músculo no seu primeiro ano de treino (e a maioria das mulheres pode ganhar até metade disso). Contraste isso com a realidade de alguém que já tem mais de 3 anos de treino correto, que tem ganhos musculares de 2 a 5 kg por ano, e verá a magnitude desses efeitos.

O “estímulo” do novato é suficientemente grande para se sobrepor às desvantagens relacionadas com os músculos em déficit calórico, que ainda assim diminui o crescimento muscular, mas não pode pará-lo.

Quando alimentado por ganhos iniciais, não ganhará tanto músculo em déficit calórico quanto ganharia em excedente calórico, mas poderá ganhar o suficiente para melhorar visivelmente o seu físico.

Então, vamos avançar para como de fato podemos desenvolver músculos e perder gordura ao mesmo tempo.

Como Desenvolver Músculos E Perder Gordura Ao Mesmo Tempo

musculacao_

Só porque seu corpo pode perder gordura e desenvolver músculos simultaneamente, isso não quer dizer que será fácil.

Como eu mencionei anteriormente, mesmo quando feito corretamente, o crescimento muscular é mais lento em déficit calórico do que em excedente.

É difícil dizer o quão mais lento.

Eu ainda não li nenhuma pesquisa digna de ser citada, mas já trabalhei com centenas de pessoas e sinto que é seguro afirmar que o potencial de ganhos musculares em novatos é metade déficit calórico.

Isto é, se estiver num excedente calórico pode ganhar 5 kg de músculos nas primeiras 12 semanas de treino, mas se estiver em déficit calórico, poderá esperar um ganho de cerca de 2,5kg.

Então, seja paciente.

Alegações na internet sobre perder dois dígitos de gordura corporal em dois meses e ganhar o mesmo em músculo são mentira. O que geralmente vai encontrar é uma combinação de pessoas já treinadas, drogas e Photoshop.

Então, com isso em mente, vamos dar uma vista de olhos em como de fato pode ganhar músculos e perder gordura ao mesmo tempo.

Mantenha Um Déficit Calórico Moderado

eat-healthy

É possível desenvolver músculos num déficit calórico, mas com certeza não será capaz de perder gordura a não ser que esteja num déficit, razão pela qual a recomposição requer que esteja em déficit calórico.

Entretanto, é importante que não se coloque num déficit muito grande, porque ele pode levar à perda de músculos, energia e picos de humor, e outros problemas.

O que é um deficit calórico grande de mais? O que seria ótimo?

Bem, podemos agradecer aos pesquisadores da Universidade Jyväskylä pela resposta.

Eles conduziram um estudo a nível nacional e internacional com saltadores e velocistas, com baixos níveis de gordura corporal (com 10% ou menos), que estavam separados em dois grupos:

  • Um déficit calórico diário de 300 calorias (cerca de 12% abaixo do que o seu gasto diário total de energia)
  • Um déficit calórico diário de 750 calorias (cerca de 25% menos do que o seu gasto diário total de energia)

Ambos os grupos comeram dietas altamente proteicas, e, após 4 semanas, os atletas com déficit de 300 calorias perderam pouca gordura e músculo, enquanto o grupo com um déficit de 750 calorias perdeu, em média, cerca de 2Kg de gordura e muito pouco músculo.

Essas descobertas “baralharam” completamente com a minha experiência, com milhares de pessoas com quem já trabalhei.

Poderá ser agressivo (mas não imprudente) uma restrição calórica para aumentar dramaticamente a perda de gordura sem sacrificar músculos.

É por isso que eu geralmente recomendo um déficit calórico de 20 a 25% para perder gordura (mas cada caso é um caso).

Foque-se no Levantamento de peso composto e pesado

O conselho geralmente repetido de se focar num treino de várias repetições para realmente ficar “definido/tonificado” é uma idiotice.

Conseguir a tão cobiçada aparência “tonificada” é apenas uma questão de ter músculos e uma escassa gordura corporal. Um estilo de treino não vai inerentemente fazê-lo parecer “mais tonificado” do que outro.

Portanto, se quiser aparentar o melhor possível quando estiver magro, deverá adicionar músculos à sua estrutura o mais rápido possível.

E quando esse é o objetivo, eu não tenho como exagerar  na importância de se focar num treino com exercícios compostos e de força

O que são exercícios compostos?

Exercícios compostos envolvem múltiplos grupos musculares e requerem o máximo da força e esforço corporal, sem nunca comprometer a técnica é claro.

Exemplos de exercícios compostos são o agachamento, levantamento terra ou peso morto, supino. Exercícios isolados envolvem menos massa muscular e requerem significativamente menos força e esforço corporal.

Exemplos de exercícios de isolamento são curl de bíceps, crucifixo e voos laterais.

O tema dos exercícios compostos versus isolados merece (e terá) o seu próprio artigo, mas aqui está a história resumida:

Se quiser desenvolver o máximo de músculos e força, deverá focar-se em exercícios compostos nos seus treinos.

Isso é sabido no fisiculturismo e treino de força, há décadas, e poderá encontrar evidências científicas sobre isso também.

Existe uma boa razão pela qual os programas mais populares de halterofilismo do mundo girarem em torno do desenvolvimento da força e terem os levantamentos compostos como chave…

Eles funcionam!

O quão pesado é “pesado”?

Uma das primeiras dúvidas que tive quando comecei a treinar era o quão pesado eu deveria treinar.

Isto é, qual o número de repetições ideal, e porquê?

Repetições entre 10 a 12 é a ideia abraçada pela maioria dos treinos e das revistas de boa forma, certo? Mais? Menos?

Bem, rapidamente aprendi que ter uma resposta simples para essa pergunta não era assim tão fácil. A quantidade de divergências entre especialistas deixava-me a coçar a cabeça e a perguntar em quem devia acreditar.

No entanto, isso foi há alguns anos atrás, entretanto já estudei bastante e já trabalhei com muitas pessoas, sinto que tenho uma resposta digna de ser compartilhada.

E isso tudo resume-se a:

Se quiser maximizar o crescimento muscular, deverá treinar com cargas pesadas e com um volume moderado.

Isto é, deverá treinar com pesos pesados (80% de 1 repetição máxima (RM), entre 7 e 8 repetições) e deverá fazer um número moderado de repetições (60 a 80) por grupo muscular principal, toda a semana.

Por exemplo, um estudo publicado no início deste ano, separou 33 homens fisicamente ativos e treinados com resistência em dois grupos:

  1. Um grupo de grande volume e intensidade moderada que fazia 4 treinos por semana, consistidos em 4 séries por exercício de 15 a 20 repetições (60% de 1RM).
  2. Um grupo de volume moderado e alta intensidade que fazia 4 treinos por semana, consistidos em 4 séries por exercício de 5 a 7 repetições (80% de 1RM).

Ambos os grupos fizeram os mesmos exercícios (que incluíam o supino, agachamentos livres, levantamento terra e militar press), e ambos foram instruídos a manter os seus hábitos alimentares normais (o que foi monitorizado com diários alimentares).

E o resultado?

Após 8 semanas de treino, os cientistas descobriram que o grupo de alta intensidade ganhou significativamente mais músculos e força do que o grupo de grande volume.

Não é surpresa que o grupo de alta intensidade tenha ganho mais força, mas muitas pessoas não teriam esperado que eles ganhassem mais músculos também.

Pesquisadores citam duas razões principais sobre o porquê que treinar com pesos pesados supera o treino mais leve:

  1. Maiores quantidades de stress mecânico imposto nos músculos. O alto volume de treino, por outro lado, causa maiores quantidades de stress metabólico.
  2. Maior ativação de fibras musculares. E isso, por sua vez, resulta em maior adaptação sobre uma grande percentagem de tecido muscular.

Então, o que podemos aprender com este estudo (e com outros como este)?

  1. Devemos-nos focar em levantar pesos pesados com menores repetições.

Isso é mais importante que maximizar a fadiga celular por meio de séries de altas repetições, séries gigantes e por ai em diante.

  1. Devemos-nos focar na sobrecarga progressiva.

No estudo acima, os indivíduos aumentaram o peso da barra após atingir as repetições prescritas para dois treinos.

A chave aqui foi na sobrecarga do músculo, e não no aumento do número de repetições feitas.

Agora, isto não quer dizer que o treino de muitas repetições e exercícios isolados não tem espaço no programa de treino.

Eles só não devem ser o foco.

Faça Cardio HIIT (Treino Intervalado de Alta Intensidade)

Poderá perder gordura sem fazer exercícios cardiovasculares, mas se quiser perder o mais rápido possível, deverá incluir cardio na sua rotina.

Embora possa acelerara a sua perda de gordura com algo tão simples como caminhar, se quiser perder gordura ainda mais rapidamente e se não se importar com o desafio, então faça um treino intervalado de alta intensidade (HIIT).

Caso não esteja familiarizado com ele, é um estilo de exercício em que são alternados períodos de (quase) todo o esforço e pouco esforço. Por isso o nome.

Os intervalos de alta intensidade levam o seu corpo ao limite metabólico (basicamente o mais difícil que conseguir fazer) e os intervalos de baixa intensidade permitem que recupere.

Este estilo de treino tem ganho mais e mais popularidade nos últimos tempos, porque estudos mostram que é muito melhor para queimar gordura e preservar a massa muscular do que os tradicionais treinos cardio de baixa e estável intensidade.

Vamos descobrir o porquê.

HIIT queima mais gordura por minuto do que um cardio estável.

Este fato já foi comprovado diversas vezes. Ele já é incontestável nesta altura do campeonato: HIIT queima mais gordura com o tempo do que cardio de baixa intensidade, e um estudo conduzido por cientistas da Universidade de Ontário Ocidental fornece uma percepção do quão mais eficaz ele realmente é.

Pesquisadores colocaram 10 homens e 10 mulheres a treinar 3 vezes por semana, com um grupo fizeram de 4 a 6 series de corrida de 30 segundos na passadeira (com 4 a 6 minutos de descanso entre cada uma), e no outro grupo fizeram de 30 a 60 minutos de cardio estável (corrida na passadeira com cerca de 65% do volume máximo de oxigénio).

Após 6 semanas de treino, os indivíduos que fizeram intervalos perderam significativamente mais gordura.

Sim, 4 a 6 series de corrida de 30 segundos queimam mais gordura do que 60 minutos de caminhada inclinada na passadeira. 

Os mecanismos exatos por detrás da superioridade do HIIT ainda não são completamente compreendidos, mas cientistas isolaram alguns dos fatores:

  • Aumento da taxa metabólica de descanso para mais de 24 horas após o exercício.
  • Melhoria na sensibilidade à insulina nos músculos.
  • Maiores níveis de oxidação de gordura nos músculos.
  • Picos significativos nos níveis dos hormonas de crescimento (que ajudam na perda de gordura) e níveis de catecolamina (que são compostos produzidos pelo seu corpo para mobilizar reservas de gordura e queimá-las).
  • Supressão do apetite pós-exercício.
  • E mais…

A ciência é clara: se o seu objetivo é queimar o máximo de gordura possível no menor tempo possível, então HIIT é o treino certo.

HIIT preserva mais músculo do que o cardio estável.

Estudos também mostraram que quanto maiores as sessões de cardio, maior o dano à força e ao crescimento muscular.

Isso não significa que o cardio prejudica diretamente o crescimento muscular. Porque ele não prejudica.

Cardio em excesso, sim prejudica.

Contudo, a quantidade certa de cardio pode na verdade acelerar o crescimento muscular.

O que é a quantidade certa então? Bem, existem dois fatores a considerar:

  1. A intensidade e duração das sessões individuais de cardio.
  2. A quantidade total de cardio feita a cada semana.

E quando o objetivo é otimizar a composição corporal (o que requer progresso na musculação), é preciso manter as sessões individuais de cardio curtas, porém intensas o suficiente para queimar uma quantidade significativa de calorias, e a sua duração semanal total relativamente baixa.

Apenas o HIIT permite que cumpra essas condições e queime quantidades significativas de gordura.

Como usar o HIIT para perder gordura (e não músculo) rapidamente.

O ideal é  fazer de 1.5 a 2 horas de cardio HIIT por semana (e não mais do que 25 a 30 minutos por sessão).

E sim, por semana.

Está surpreendido? – se estava a espera de uma hora ou mais por dia – eu entendo. Eu também costumava pensar que era preciso muitas horas de cardio para ficar extremamente magro.

Durma O Suficiente

Noites mal dormidas prejudicam ambos os lados dos seus esforços para desenvolver músculos e perder gordura.

Pesquisas mostram que privação de sono causa disfunções hormonais que podem levar à perda muscular.

Por exemplo, um estudo, conduzido por pesquisadores da Universidade de Chicago, descobriu que quando 10 homens saudáveis reduziram o sono durante uma semana de cerca de 9 horas por noite para 5,  os seus níveis de testosterona caíram para 14%.

Sono insuficiente também diminui a hormona de crescimento e os níveis do fator de crescimento – I tipo insulina (IGF-1), que têm papéis importantes na manutenção e desenvolvimento de massa muscular. Estudos também mostram que restrições ao sono aumentam os níveis de cortisol livre, que diminui os ganhos musculares.

E, em termos de perda de gordura, dormir muito pouco pode aumentar o apetite, que o torna mais propenso a quebrar a dieta e a comer em excesso.

O sono necessário varia de indivíduo para indivíduo, mas, de acordo com a Fundação Nacional do Sono, adultos precisam de uma média de 7 a 9 horas de sono por noite para estarem bem.

Utilize os suplementos corretos

Eu deixei isso para o fim, porque, fracamente, se não realizar exercício físico e tiver cuidado com a sua alimentação os suplementos não fazem tudo sozinhos.

Suplementos sozinhos não constroem ótimos físicos, tem de aliar treino e nutrição correta.

Infelizmente, a indústria de suplementos para treino é assolada por pseudociência, propaganda exagerada, marketing enganoso e aprovações, produtos cheios de porcarias, subdosagem de ingredientes, e muitos outros artifícios.

A maioria das empresas de suplementos produz produtos baratos e porcarias, e tentam impressioná-lo com alegações ridículas de marketing, baboseiras pseudocientíficas, e embalagens chamativas.

[Leia: Os Melhores (E Piores) Suplementos Para Ganhar Massa Muscular]

Então, embora os suplementos de treino não tenham um papel vital no desenvolvimento muscular e na perda de gordura… os suplementos corretos podem ajudar.

A verdade neste assunto é que existem substâncias seguras e naturais que foram cientificamente comprovadas para fornecer benefícios como aumento da força, resistência e crescimento muscular, perda de gordura, e mais.

Parte do meu trabalho, tem sido saber quais são essas substâncias, e descobrir produtos em que posso confiar, utilizar e recomendar a outros.

No entanto, descobrir produtos de alta qualidade e eficazes sempre foi uma dificuldade.

Contudo, eu não vou entrar em conversa fiada aqui. Se quiser saber mais sobre linha de suplementos que uso e recomendo, confira aqui.

Para o propósito deste artigo, vamos rever rapidamente os suplementos que irão ajudá-lo a conseguir o máximo de resultados.

Cell Activator

O Cell Activator contém uma fórmula especial que fornece ao organismo vitaminas do complexo B (B1, B2, B6), e minerais essenciais, como o manganésio e cobre, para um metabolismo normal de energia.

Principais Benefícios

• Rico em vitaminas do complexo B, para ajudar a libertar a energia dos alimentos.
• Contém zinco, para um metabolismo normal dos hidratos de carbono.
• Apoio diário para ajudar as células a produzir energia e a protegê-las do stress oxidativo.

Proteína em Pó Rebuild Strenght

Não é preciso suplementos de proteína para ganhar músculos, mas, considerando a quantidade de proteína necessária todos os dias para maximizar o crescimento muscular, conseguir toda essa proteína apenas de comida pode não ser prático (Também existe evidência de que a proteína do soro de leite é particularmente boa para a nutrição pós-treino).

Eu posso dizer que Rebuild Strength é a proteína do soro de leite em pó mais cremosa, saborosa, saudável e completamente natural que encontrará.

Principais Benefícios
• Para usar após a prática de exercício anaeróbico.
• Contém 25 gr de proteína, que contribui para o desenvolvimento e manutenção da massa muscular magra, fornecendo assim este nutriente aos músculos fatigados.
• Contém ferro que contribui para o metabolismo normal de energia, para a formação de glóbulos vermelhos e para o transporte de oxigénio pelo organismo.
• Sem corantes, aromatizantes e adoçantes artificiais.
• A caseína e a proteína de soro de leite são ambas proteínas lácteas de elevada qualidade, reconhecidas pela excelente composição de aminoácidos essenciais

Queimador de Gordura Thermo Complete

Com um mercado de perda de peso estimado em um surpreendente valor de 60.5 bilhões dólares e com mais de um terço dos adultos norte-americanos obesos, não é surpresa que exista um excesso de “queimadores de gordura” à venda.

E pelas mesmas razões, também não é surpresa que queimadores de gordura são alguns dos suplementos mais caros nas prateleiras, e têm algumas das mais destacadas alegações comerciais, geralmente com grandes promessas de perda de peso rápida e “cientificamente comprovada”.

A realidade é que a maioria dos “queimadores de gordura” podem ser prejudiciais para a sua saúde, mas existe um punhado de substâncias naturais e seguras que foram cientificamente comprovadas como capazes de acelerar a perda de gordura. E é por isso que eu confio no Thermo Complete.

Principais Benefícios
• Uma composição única de cafeína, naturalmente obtida do chá verde e da erva-mate.
• A vitamina C, que contribui para a redução da fadiga e do cansaço.
• Cafeína para ajudar a reavivar a mente, aumentar a concentração e o estado de alerta.

A conclusão é que se quiser perder gordura mais rapidamente sem se encher de estimulantes ou outros químicos potencialmente prejudiciais… então vai querer experimentar o Thermo Complete.

Bebida Pré-Treino

Não há dúvidas de que um suplemento pré-treino pode energizá-lo para treinar. No entanto, existem desvantagens e riscos potenciais.

Muitas bebidas pré-treino são cheias de ingredientes ineficazes e/ou minúsculas doses de bons ingredientes, tornando-as pouco mais do que estimulantes baratos com “um pozinho mágico” em cima para compensar a etiqueta bonita e uma propaganda convincente.

Muitas outras nem sequer contêm estimulantes dentro e são um completo fracasso.

Outras ainda são descaradamente perigosas, que contém um poderoso (e agora proibido) estimulante conhecido como DMAA.

Pior ainda existiam pré-treinos, que continham um químico similar à metanfetamina.

Na realidade, é muito difícil encontrar um suplemento pré-treino que seja leve nos estimulantes, mas pesado nos ingredientes naturais, seguro e melhorador de performance.

E é por isso que eu confio no LiftOff. Quando se sentir cansado, carregue as baterias com Liftoff, uma bebida energética efervescente, com cafeína e baixa em calorias. A cafeína ajuda a melhorar a concentração e a aumentar o estado de alerta. O stress e o cansaço levam-nos, muitas vezes, a consumir alimentos e bebidas ricos em açúcar e calorias. Hidrate o organismo dando-lhe um empurrão revigorante com o Liftoff, uma bebida energética, baixa em calorias, que fornece 100% da DDR de vitaminas do complexo B (B1, B2, B3, ácido pantoténico, B6 e biotina) e vitamina C.

Principais Benefícios
• 10 kcal por dose, uma ótima alternativa às bebidas com
gás e açúcar.
• 100% da DDR de Vitamina C, para ajudar a mitigar o cansaço e a fadiga.
• 100% da DDR de vitaminas do complexo B (B1, B2, B3, B6, ácido pantoténico, biotina), para uma libertação normal de energia.
• Contém cafeína em pó e cafeína natural, proveniente do guaraná.
• Cada dose fornece 75 mg de cafeína, para ajudar a aumentar o estado de alerta e a melhorar a concentração.

A conclusão é que se quiser saber como um pré-treino deveria funcionar… se quiser experimentar o tipo de energia e melhoria de performance que apenas efetivas dosagens clínicas de ingredientes cientificamente validados podem fornecer… então deve experimentar LiftOff.

 

A Conclusão Sobre Desenvolver Músculos E Perder Gordura Ao Mesmo Tempo

Desenvolver músculos e perder gordura não requer que siga dietas e programas de treino complexos.

A aplicação inteligente e consistente dos fundamentos do crescimento muscular e perda de gordura é tudo o que precisa.

Então, para recapitular, aqui está o resumo:

  • Mantenha um déficit calórico (com macros corretos)
  • Faça treinos com cargas e utilize exercicios compostos
  • Não faça mais do que 2 horas de cardio HIIT por semana
  • Durma o suficiente
  • Utilize os suplementos correctos para acelerar o processo

E seu corpo fará o resto.

Comentários

© 2016 Nuno Carvalho Fitness | Afiliados | Privacidade

Pin It on Pinterest

Share This

Descubra o caminho
para uma vida saudável

Insira o seu email abaixo e comece hoje mesmo a mudar a sua vida!

Receba Estes 4 eBooks Grátis no seu email!

Subscreva a newsletter e receba de forma completamente gratuita:

=> Suplementação Simplificada

=> Os principais erros da Musculação e Fitness

=> Como definir abdominais rapidamente

=> 15 Receitas para Transformar o seu Corpo

redirect=/agradecimento